Filme do dia, do mês, do ano…da vida.

Zico - O Filme capaO Natal Rubro-Negro está se aproximando (faltam 28 dias) e teremos várias comemorações especiais incluindo estátua do Maior de Todos lá na Gávea. Sim, uma estátua em tamanho real. Demorou muito, mas finalmente o Galinho vai ser homenageado da maneira correta. Mal posso esperar pra ver pronta.

Pois bem. Hoje acordei com vontade de ver um filme, aquele filme que todo Rubro-Negro tinha que ver – pelo menos – uma vez a cada dois dias. Zico é mais que um jogador, que um ídolo. Zico é rei, o maior de todos. Um exemplo. Zico é eterno e deveria ser um sinônimo de qualidade. As pessoas deveriam ser mais Zico.

Hoje não vou escrever muito porque o post sobre o Galinho vai ser dia 3/3, claro.

Deixo vocês com o filme do Maior de Todos.

Zico, o Filme.

SRN

Anúncios

Peixe-Frito

peixefritoLeandro, o Peixe-Frito. Pra muitos o melhor lateral direito da história do Mais Amado e pra mim isso não poderia ser diferente. Nasci um ano antes de ele encerrar a carreira e não pude acompanhar a carreira dele, mas isso não me impediu de tê-lo como um grande ídolo, um dos maiores, já que fui muito bem educado pelo meu pai e cresci vendo vídeos do Mais Amado. Na minha pelada de fim de semana eu jogo de lateral justamente por conta do Peixe-Frito e do Vovô Garoto. Quer referências melhores que essas?

Leandro foi peça importantíssima na nossa geração de ouro, um dos principais responsáveis pelas conquistas do mundial de 81, e os títulos brasileiros de 82, 83 e 87. Peixe-Frito fez poucos gols, apenas 14, mas um deles merece destaque e é digno de ser chamado de inesquecível…mesmo por mim que não era nascido na época.
Foi em 85 contra o Fluminense. Aos 42 do segundo tempo o jogo estava empatado e o Flamengo teve uma falta no lado esquerdo. Andrade cobrou, a bola rebateu no meio da área e veio quicando até o meio da rua, Leandro pegou de primeira e soltou a bomba. Golaço indefensável. Bola entrando no ângulo e pra história.

Torço pelo dia em que teremos um lateral direito que vai chegar aos pés dele. Até lá só nos resta matar um pouco da saudade assistindo esse vídeo aqui:

Vida longa ao Peixe-Frito. Obrigado por tudo, Leandro.

Mengão sempre.
SRN